Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Agrotóxicos > Notas > Agência japonesa apresenta ao Ibama nova tecnologia de descomissionamento do mercúrio metálico
Início do conteúdo da página

Agência japonesa apresenta ao Ibama nova tecnologia de descomissionamento do mercúrio metálico

Publicado: Quinta, 22 de Agosto de 2019, 20h01 | Última atualização em Terça, 15 de Outubro de 2019, 16h48

Brasília (22/08/2019) - Representantes da agência japonesa de Cooperação para o Meio Ambiente no Exterior (OECC) se reuniram com servidores do Ibama nesta quarta-feira (21/08) para apresentar nova tecnologia de descomissionamento do mercúrio metálico, desenvolvida pela empresa Nomura Kohsan.

Foram expostos os métodos para destinação ambientalmente adequada dos resíduos contaminados e do mercúrio metálico. A empresa realiza estudos de viabilidade para instalar uma unidade no Brasil.

O Ibama controla o comércio, a produção e a importação de mercúrio metálico. Todos os que usam a substância em suas atividades devem estar cadastrados no Cadastro Técnico Federal de Atividades Potencialmente Poluidoras e Utilizadoras de Recursos Naturais (CTF/APP) e entregar relatórios anuais com dados sobre compra, venda, produção e importação.

Um dos desafios do controle da substância é a destinação ambientalmente correta dos resíduos apreendidos em operações de fiscalização do Ibama. Além disso, existe a perspectiva do aumento do volume de descarte a partir da proibição de uso do mercúrio em equipamentos da área de saúde. Por esses motivos, o Instituto busca reunir informações que permitam ao país incorporar formas mais adequadas de destinação dos resíduos desse contaminante.

 

Diretoria de Qualidade Ambiental do Ibama

registrado em:
Fim do conteúdo da página