Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notas > Ibama embarga atividades no Rio São João após derramamento de produtos tóxicos em acidente rodoviário na BR-376
Início do conteúdo da página

Ibama embarga atividades no Rio São João após derramamento de produtos tóxicos em acidente rodoviário na BR-376

Publicado: Quinta, 12 de Abril de 2018, 16h52 | Última atualização em Terça, 03 de Julho de 2018, 16h10

Brasília (12/04/2018) – O Ibama embargou nesta quarta-feira (11/04) o uso de recursos hídricos do Rio São João nos municípios de Guaratuba (PR) e Garuva (SC), a partir do quilômetro 675 da BR-376 até a Baía de Guaratuba. As atividades suspensas incluem o bombeamento para irrigação, a captação de água, a dessedentação animal e práticas, recreativas, esportivas e pesqueiras, entre outras. Não há restrição para a navegação e para as ações necessárias à recuperação da área.

A medida tem como objetivo evitar que a população tenha contato com os produtos tóxicos derramados no rio após acidente rodoviário entre dois caminhões na última sexta-feira (06/04). Um dos veículos transportava óleo diesel e o outro, arseniato de cobre cromatado, usado para preservar madeira.

O arseniato é altamente tóxico para organismos aquáticos e pode causar problemas graves de saúde se ingerido, inalado ou posto em contato com a pele.

O Ibama notificou as empresas responsáveis e exigiu a contenção, a remoção e a destinação adequada do produto perigoso, além do solo, da água e de outros materiais contaminados. O Instituto também exigiu a realização de análises diárias da água e dos sedimentos em todo o trecho interditado do Rio São João.

As equipes de emergências ambientais do Ibama monitoram todas as ações adotadas a partir do acidente.

O embargo será mantido até que as análises de qualidade da água indiquem que o uso dos recursos hídricos da região é seguro.

 

Diretoria de Proteção Ambiental do Ibama

registrado em:
Fim do conteúdo da página