Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notas > Fundação Biodiversitas, Fundação Renova e Câmara Técnica de Conservação e Biodiversidade (CTBio) abrem consulta ampla para o processo de avaliação do estado de conservação da biota aquática da bacia do rio Doce após o rompimento da barragem de Fundão
Início do conteúdo da página

Fundação Biodiversitas, Fundação Renova e Câmara Técnica de Conservação e Biodiversidade (CTBio) abrem consulta ampla para o processo de avaliação do estado de conservação da biota aquática da bacia do rio Doce após o rompimento da barragem de Fundão

Publicado: Segunda, 09 de Dezembro de 2019, 12h46 | Última atualização em Segunda, 09 de Dezembro de 2019, 12h46

Brasília (09/12/2019) A Fundação Biodiversitas, em parceria com a Fundação Renova e a CTBio1 - Câmara Técnica de Conservação e Biodiversidade, está realizando a avaliação do estado de conservação das espécies de peixes, odonotas, crustáceos e efemerópteras, que ocorrem na bacia do rio Doce após o rompimento da barragem de Fundão, operada pela mineradora Samarco, em Mariana, em 2015.

Dentre as etapas da avaliação está incluída uma Consulta Ampla, aberta a sociedade, de modo a agregar ao processo o maior volume de dados e informações que possam subsidiar as análises do comportamento populacional da biota aquática afetada pelo rejeito do minério derramado sobre o rio Doce.

A consulta permite o acesso às espécies que foram indicadas como potencialmente ameaçadas, com base na sua ecologia, distribuição geográfica, risco de extinção, entre outros. A consulta permite também a inclusão de dados, disponíveis em fontes oficias ou até de observação pessoal, que levam à classificação das espécies quanto ao seu grau de conservação, segundo os critérios e as categorias da IUCN – União Internacional para a Conservação da Natureza.

Assim, é no contexto de assegurar a conservação da biota aquática do rio Doce que gostaríamos de contar com a sua participação e conhecimentos.

Para acessar a consulta visite o endereço: www.biodiversitas.org.br/riodoce. Lá você vai encontrar as orientações sobre como contribuir nas avaliações.

¹CTBio - Câmara Técnica de Conservação e Biodiversidade é uma das estruturas acessórias do Comitê Interfederativo, criado no âmbito do Termo de Transação e Ajustamento de Conduta (TTAC). Este termo, por sua vez, descreve uma série de ações voltada à reparação dos danos ambientais da bacia do rio Doce pós-rompimento da barragem Fundão, em Marina, MG. As instituições representadas na CTBio são o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, o Instituto Brasileiro de Recursos Naturais Renováveis, o Ministério Público Federal, o Instituto Estadual de Florestas de Minas Gerais e o Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recurso Hídricos do Espírito Santo. 

 

Divisão de Apoio ao Comitê Interfederativo

registrado em:
Fim do conteúdo da página