Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Notícias 2017 > Tráfico internacional de escorpiões resulta em duas prisões em MG
Início do conteúdo da página

Tráfico internacional de escorpiões resulta em duas prisões em MG

Publicado: Sexta, 16 de Junho de 2017, 20h41 | Última atualização em Quinta, 14 de Setembro de 2017, 09h36
Sistema de raio-x do do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos (SP), identificas escorpiões em remessa postal
Foto: Ibama
Foto: Ibama

Brasília (16/06/2017) - Operação de combate ao tráfico internacional de animais realizada nesta quarta-feira (14/06) resultou na prisão em flagrante de dois acusados e na aplicação de quatro autos de infração que totalizam R$ 200 mil.

Um estudante de biologia e um técnico em veterinária foram detidos ao receber pelos Correios uma caixa com 23 escorpiões Imperador (Pandinus imperator) contrabandeados da Nigéria.

A ação foi realizada pela Unidade Técnica do Ibama em Uberlândia com apoio da Polícia Militar de Uberaba e do Serviço de Remessas Postais Internacionais (Serpi) da Receita Federal .

A caixa com os animais havia sido identificada pelo sistema de raio-x do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos (SP).

Os autuados tinham encomendado 60 escorpiões Imperador, mas apenas 23 animais foram enviados da Nigéria ao Brasil e 13 morreram em razão das condições de transporte e armazenamento.

"Eles compraram para revender como bicho pet", disse o responsável pela Unidade do Ibama em Uberlândia, Rodrigo Herles. Segundo ele, a parceria com a Receita Federal, a Polícia Militar e os Correios fortalece a rede de fiscalização de ilícitos ambientais.

O tráfico de artrópodes e répteis por serviços postais resulta em consequências administrativas e criminais para os infratores.

O Pandinus imperator é uma espécie exótica, que não ocorre naturalmente no país, e sua importação é proibida. O cativeiro ilegal é crime e não traz resultados para a conservação.

Os escorpiões sobreviventes foram encaminhados ao Instituto Butantan.

 

Assessoria de Comunicação do Ibama
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
(61) 3316-1015

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página