Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Notícias 2017 > Ibama e PRF fecham estabelecimento e apreendem 5 mil pneus clandestinos em SP
Início do conteúdo da página

Ibama e PRF fecham estabelecimento e apreendem 5 mil pneus clandestinos em SP

Publicado: Segunda, 27 de Novembro de 2017, 18h08 | Última atualização em Segunda, 27 de Novembro de 2017, 18h08
Pneus usados apreendidos por agentes em estabelecimento comercial em SP
Foto: Ibama
Foto: Ibama

Brasília (27/11/2017) – Agentes do Ibama e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) interditaram na zona leste da capital paulista uma loja que vendia pneus usados importados que já haviam sido descartados nos países de origem. Cinco mil pneus foram apreendidos. O depósito usado pelo estabelecimento também foi lacrado. Esse tipo de comércio é crime ambiental e o responsável pode ser multado em mais de R$ 2 milhões.

Trazidos da Europa e da Ásia, os pneus entraram no Brasil pelo Porto de Santos com nota fiscal falsa. Segundo o chefe da Divisão Técnico-Ambiental do Ibama em São Paulo, Fernando Scavassin, os produtos estão fora das especificações técnicas de uso e muitos são impróprios para circular no país, pois foram projetados para condições climáticas diferentes, como a neve. “Eles são mais baratos, mas colocam a segurança das pessoas em risco”, disse Scavassin.

Além de crime ambiental, o empresário também será investigado por contrabando. Os agentes ambientais estimam que aproximadamente 800 pneus eram vendidos por mês, movimentando cerca de R$ 1,5 milhão por ano.

A importação irregular também pode estimular o descarte desordenado do material. A legislação nacional determina que a cada pneu novo comercializado para o mercado de reposição, fabricantes e importadoras devem realizar a destinação adequada de um pneu sem condições de uso.

O empreendedor foi notificado e deverá apresentar um plano para destinação dos pneus em até 30 dias.

 

Assessoria de Comunicação do Ibama
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
(61) 3316-1015

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página