Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Notícias 2018 > Ibama e Exército apreendem equipamentos para garimpo ilegal avaliados em R$ 8 milhões no Rio Jutaí (AM)
Início do conteúdo da página

Ibama e Exército apreendem equipamentos para garimpo ilegal avaliados em R$ 8 milhões no Rio Jutaí (AM)

Publicado: Segunda, 09 de Abril de 2018, 20h59 | Última atualização em Segunda, 09 de Abril de 2018, 21h29
Draga apreendida durante operação de combate ao garimpo ilegal no Rio Jutaí (AM)
Foto: Ibama
Foto: Ibama

Brasília (09/04/2018) - Operação de combate ao garimpo ilegal de ouro no Rio Jutaí (AM) realizada pelo Ibama em conjunto com o Exército resultou na apreensão de seis dragas e bens avaliados em R$ 8 milhões. Os agentes ambientais também recolheram 80 mil litros de combustível, que foram doados ao Exército, e 1 quilo de mercúrio. Foram aplicados seis autos de infração, que totalizam R$ 603 mil.

Uma das dragas era colombiana e operava em território nacional sem documentação. A embarcação foi desativada pela equipe de fiscalização. As outras cinco estão sob guarda do Exército.

“Muitos garimpeiros afirmaram aguardar documentação da cooperativa para obtenção de licença, mas a atividade é ilegal. A lavra no Rio Jutaí se estende por Terras Indígenas e Unidades de Conservação federais, áreas em que qualquer empreendimento deve ser licenciado pelo Ibama”, afirma o chefe da Divisão Técnico-Ambiental do Instituto no Amazonas, Hugo Loss.

A região do Rio Jutaí e de seus afluentes, Bóia e Mutum, é alvo frequente de garimpo ilegal. A atividade provoca contaminação dos corpos hídricos por mercúrio, usado para separar o ouro.

O Exército contribui com logística e segurança para a realização de ações de fiscalização ambiental em áreas de difícil acesso na Amazônia.

 

Assessoria de Comunicação do Ibama
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
(061) 3316-1015

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página