O EVENTO

Um dos principais objetivos da Conferência Internacional sobre Incêndios Florestais (Wildfire) é a troca de conhecimentos entre profissionais de todas as nacionalidades ligados ao manejo do fogo e ao controle de incêndios florestais.

Participam do evento gestores, autoridades, técnicos, pesquisadores e brigadistas. Entre as atividades da Conferência estão o debate e a divulgação de trabalhos sobre os impactos do fogo em comunidades e ecossistemas em diversas regiões do mundo.

A Conferência promove cooperação internacional e ajuda humanitária, consolidando a estratégia global para gerenciamento de incêndios e manejo do fogo. O evento também abre espaço para que empresas, instituições de pesquisa e especialistas exponham novas tecnologias, produtos e métodos para manejo do fogo e controle de incêndios florestais.

 

Edições anteriores

A Conferência Internacional sobre Incêndios Florestais ocorreu pela primeira vez em 1989. Desde então, o evento é realizado para estimular a troca de experiências e conhecimentos relacionados a incêndios florestais: políticas públicas, pesquisa, manejo do fogo, etc. A Wildfire também busca fortalecer as habilidades de cada nação para a redução de impactos dos incêndios florestais sobre a vida humana e o meio ambiente, além de discutir os benefícios ecológicos e ambientais do fogo em áreas dependentes ou tolerantes, e seu uso controlado para fins agrossilvipastoris.

 

1989: 1ª Conferência Internacional sobre Incêndios Florestais em Boston, EUA

A 1ª Conferência surgiu em resposta a uma série de incêndios florestais que ocorreram em diversos países na década de 1980. Com a perspectiva de estabelecer bases para a cooperação internacional no combate a esse tipo de desastre, representantes de entidades governamentais e instituições privadas dos Estados Unidos, do Canadá e do México conceberam a 1ª edição. Sediada em Boston, nos Estados Unidos, com o tema “Enfrentando os desafios globais relacionados aos incêndios florestais: as pessoas, a terra, os recursos", a 1ª edição da Conferência reuniu participantes de 33 países.

Mais informações: IWFC 1 – 1989 (Boston, U.S.A.)

 

1997: 2ª Conferência Internacional sobre Incêndios Florestais em Vancouver, Canadá

A 2ª edição foi realizada com com o objetivo de revisar e aprimorar as estratégias de cooperação internacional para o combate aos incêndios florestais trazida pela Década Internacional das Nações Unidas para a Redução de Desastres Naturais. Sediada em Vancouver, no Canadá, com o tema “Incêndios florestais e desenvolvimento sustentável”, a Conferência reuniu 565 representantes de setores públicos e privados, e cientistas de 38 países. Na ocasião ficou decidido que a Conferência seria realizada periódica e permanente com o objetivo de avaliar o cenário contemporâneo dos incêndios florestais, os progressos alcançados na área e revisar as estratégias de cooperação internacional para o combate aos incêndios florestais e grandes desastres.

Mais informações: IWFC 2 – 1997 (Vancouver, Canada)

 

2003: 3ª Conferência Internacional sobre Incêndios Florestais em Sydney, Austrália

A 3ª edição da Conferência Internacional sobre Incêndios Florestais foi sediada em Sydney, na Austrália, com o tema “Manejo do fogo e desenvolvimento sustentável: fortalecimento da cooperação internacional para reduzir os impactos negativos dos incêndios florestais sobre populações humanas e o meio ambiente global”, essa edição reuniu representantes de inúmeros países e teve como foco avaliar os progressos feitos na aplicação das estratégias de cooperação internacional no combate aos incêndios florestais. Constatou-se que entre os anos de 1997 e 2003 foram estabelecidos diversos acordos de cooperação bilaterais e multilaterais, os quais criaram as Redes Regionais de Incêndios Florestais. A implementação destes acordos evidencia a concretização do objetivo de cooperação internacional no combate aos incêndios florestais e, ao mesmo tempo, indica a necessidade de inclusão de alguns países nas redes de cooperação internacional.

Mais informações: IWFC 3 – 2003 (Sydney, Australia)

 

2007: 4ª Conferência Internacional sobre Incêndios Florestais em Sevilha, Espanha

A 4ª edição da Conferência Internacional sobre Incêndios Florestais, sediada em Sevilha, na Espanha, com o tema “Incêndios florestais e desenvolvimento sustentável”, reuniu 1.531 participantes de 88 países, representando instituições dos setores público e privado e da academia. Durante esta edição, os participantes apresentaram os progressos feitos no desenvolvimento de estratégias de cooperação internacional no combate aos incêndios florestais, e expuseram as últimas tecnologias e técnicas para monitoramento, supressão e manejo do fogo na vegetação. Também foi criada a Aliança para Ações de Manejo do Fogo, com o objetivo de promover, implementar e atualizar as diretrizes de voluntários para o combate aos incêndios florestais.

Mais informações: IWFC 4 – 2007 (Sevilla, Spain)

 

2011: 5ª Conferência Internacional sobre Incêndios Florestais em Sun City, África do Sul

A 5ª edição da Conferência Internacional sobre Incêndios Florestais, realizada em Sun City, na África do Sul, abordou a relação histórica que as populações humanas desenvolveram com o fogo, que desempenha papel essencial para práticas culturais e cultivo do solo. Sob o tema “Convivendo com o Fogo”, a Conferência reuniu 500 representantes de 61 países, que debateram sobre uso controlado do fogo, técnicas para manejo de ecossistemas naturais e culturais e estratégias para supressão ou redução dos efeitos adversos que o fogo pode trazer à natureza. Além disso, os líderes dos países participantes reconheceram a importância da cooperação internacional e da ajuda mútua para o combate aos incêndios florestais e grandes desastres.

Mais informações: IWFC 5 – 2011 (Sun City, South Africa)

 

2015: 6ª Conferência Internacional sobre Incêndios Florestais em Pyeongchang, Coréia do Sul

Em um ano em que diversos incêndios florestais de grandes proporções aconteceram ao redor do mundo a 6ª Conferência Internacional sobre Incêndios Florestais, realizada em Pyeongchang, na Coreia do Sul, teve como tema “Fogo do passado, fogo no futuro”, propondo uma reflexão sobre as mudanças ocorridas nos hábitos humanos em relação ao uso do fogo ao longo da história. Durante a Conferência participantes de 73 países discutiram sobre incêndios florestais extremos, de dimensões locais e globais, ocorridos nos últimos anos. Os debates giraram em torno das mudanças do clima experimentadas nos dias atuais, avaliadas tanto como causa como consequência desses eventos, bem como sobre a responsabilidade humana sobre esse cenário. Cientistas e líderes mundiais propuseram medidas a serem adotadas para o combate aos incêndios florestais e para o manejo do fogo, sob a perspectiva de que o fogo não respeita fronteiras, o que reforça a importância da cooperação internacional.

Mais informações: IWFC 6 – 2015 (Pyeongchang, South Korea)